Secretarias e órgãos estaduais estruturam redes internas de Planejamento com o apoio da Casa Civil

Mar 2020

Como organizar os processos de planejamento nos órgãos estaduais? Como monitorar as entregas para a população e se certificar de que elas alcançaram os resultados esperados? Como a qualidade da informação fornecida pelos órgãos pode aumentar a transparência em relação ao uso de recursos públicos? Estas são algumas das questões em discussão na série de reuniões internas que as equipes de Planejamento das Secretarias de Estado estão promovendo durante o mês de março, com o apoio da Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (SUBPOG) da Secretaria da Casa Civil e Governança.

O objetivo das reuniões é integrar as áreas finalísticas das Secretarias e órgãos vinculados na discussão sobre a elaboração e monitoramento de ações governamentais, já que são elas que fornecem as informações sobre as iniciativas da pasta, seu andamento e resultados esperados.

 

“A comunicação efetiva entre equipes de Planejamento e os responsáveis pelas ações é essencial para que as equipes consigam traduzir as iniciativas para a metodologia do Plano Plurianual e selecionar indicadores adequados para o seu monitoramento”, explica o superintendente de Planejamento da SUBPOG, Rafael Abreu. “Como órgão central de Planejamento, ficamos felizes em poder apoiar esta integração das equipes e tirar dúvidas das áreas finalísticas sobre processos e metodologia”, completa.

As equipes de Governança das Secretarias e órgãos vinculados também foram convidadas a participar das discussões, já que é delas a atribuição de definir diretrizes para o Planejamento e validar as prioridades que serão encaminhadas ao órgão central, além de avaliar a necessidade de reformulação das políticas a partir de resultados evidenciados pelos indicadores das ações.

Apresentação Redes Internas